...

as flores da mente
viram lixo

e sobra da serpente
o capricho
Na falta de afeto,
predomina o concreto
e o Ser fica só e solto
no cotidiano revolto.
no sopro da vela apaga da chama a janela


coração
sem direção
dominou
a razão

segue
sem rumo
sem muro
sem ação


Sou um esperando aviões.
Na pista das embarcações perdidas, 
sou naufrágio esperando o canto da sereia.
Sou diário de areia soprando o amor.
...............................................
Brincando com as palavras em postagem de amiga no Tumblr

Eu Sou o que Eu Sou... I am what I am...

Minha foto

"Quem somos nós? Só convivendo para saber. A Verdade se descortina a cada momento e a cada encontro surgem novos caminhos."