Derretidos

Atraídos pela luz feito mariposas,
os pensamentos derretem junto
com a parafina da vela.

Reféns da própria vaidade,
um fósforo acaba com tudo...

Enfim livres, na noite de veludo.

Um comentário:

Victor Hugo disse...

tantas belas palavras
traçadas no vento volátil
de uma mente livre em voo

Flechadas achadas
na impermanência do tudo
E atiradas ao Infinito
Com o belo arco do Vazio

Rumo ao alvo
a ilusão se desfaz

Ass Victor Hugo

PS, é sempre bom ler seus escritos luminosos. suspiros de ser. Valeu. e um abraço A toda essa turma auspiciosa dessa tua terra

Eu Sou o que Eu Sou... I am what I am...

Minha foto

"Quem somos nós? Só convivendo para saber. A Verdade se descortina a cada momento e a cada encontro surgem novos caminhos."